Ir para o conteúdo

Blog da Cultura

Our Latest News

Curiosidades sobre Libras: compreensão e inclusão da comunidade surda

Gardenia
23 de setembro de 2021

Em todo o mundo, no dia 23 de setembro comemora-se o Dia Internacional da Língua de Sinais. Para você ficar por dentro da segunda língua oficial do Brasil desde 2002, trouxemos algumas curiosidades sobre Libras. Confira!

Mulher falando em Libras

 

Libras é língua, dialeto ou linguagem universal?

Desde que a Lei 10.436 foi assinada, muito se avançou no suporte à comunidade surda, no entanto, ainda assim a Lei que oficializa a Língua Brasileira de Sinais, para surdos, não é cumprida. Uma das maiores curiosidades sobre Libras é que a língua de sinais não é um simples dialeto, mas uma língua com suas características próprias de sintaxe, morfologia, semântica e contexto, como qualquer outra.

Mulher com fundo azul expressando estar admirada com as curiosidades sobre libras. "Admirada" é uma palavra que aparece escrita na imagem.

A pesquisadora da Universidade Federal de Santa Catarina, Ronice Müller Quadros, é uma das maiores especialistas no assunto e desmistifica algumas curiosidades sobre Libras. Ela explica, em seu livro Língua de Sinais Brasileira – Estudos Linguísticos:

Esta forma de linguagem é rica, completa e coexiste com as línguas orais, mas é independente e possui estrutura gramatical própria e complexa, com regras fonológicas, morfológicas, semânticas, sintáticas e pragmáticas. É lógica e serve para atingir todos os objetivos de forma rápida e eficiente na exposição de necessidades, sentimentos, desejos, servindo plenamente para alimentar os processos mentais”.

De maneira idêntica às demais línguas oficiais como o português, o inglês ou o espanhol, por exemplo, as línguas de sinais têm suas diferenças nos diversos países. Libras, portanto, não é uma língua universal para surdos.

 

Existem outras línguas de sinais?

Quando as pessoas dominam Libras, isso não significa que elas podem conversar por meio dessa língua com a comunidade surda dos Estados Unidos ou do Canadá, por exemplo. Nestes países utiliza-se um padrão diferente, assim como acontece em outras partes do mundo. Por exemplo:

  • Comunidade Britânica: British Sign Language (BSL).
  • Estados Unidos e Canadá: American Sign Language (ASL).
  • Espanha: Lengua de Signos Española (LSE).
  • França: Langue de Signes Française (LSF).
  • Portugal: Língua Gestual Portuguesa (LGP).

 

Curiosidades sobre Libras e outras línguas de sinais

Aprender as línguas de sinais também é algo divertido, pois como na linguagem oral, elas têm suas curiosidades.

 

Regionalismo

Uma das maiores curiosidades sobre Libras diz respeito ao regionalismo encontrado na linguagem, afinal, em um país de proporções continentais como o nosso, não poderia ser diferente, não é mesmo?

 

Língua é a imagem do pensamento

Existe a percepção de que a Língua Brasileira de Sinais é composta apenas por gestos. Não é o caso nem da Libras nem dos padrões oficiais dos outros países. A língua de sinais é, antes de tudo, a imagem do pensamento dos surdos e faz parte da experiência vivida pela comunidade surda. Como artefato cultural, a língua de sinais também é submetida à significação social a partir de critérios valorizados, sendo aprovada como sistema de linguagem rica e independente.

 

Gramática própria

A Libras tem a sua própria estrutura gramatical, níveis linguísticos, fonologia, morfologia, sintaxe, semântica, entre outras características, de uma língua formal. Seu conjunto de regras para a estruturação de textos é, portanto, distinto da gramática convencional, o que justifica a criação de uma gramática sistematizada de acordo com as convenções da Língua de Sinais.

 

Grafia correta da palavra Libras

A sigla Libras é usada em referência à Língua Brasileira de Sinais. Até aí, tudo bem! No entanto, por que não poderia ser “LIBRAS”, “Libras” ou “Líbras”?

  • As siglas com mais de três letras são grafadas em maiúscula quando todas as letras são pronunciadas como uma palavra. É o caso de ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas e DNER (Departamento Nacional de Estradas de Rodagem), por exemplo. Não é o caso de LIBRAS, portanto.
  • De acordo com a nossa gramática normativa, as paroxítonas terminadas em “as” não levam acento. Logo, Líbras, com acento no “i”, não poderia ser a forma correta.
  • Dessa forma, e de acordo com a Lei 10.436, de 24 de abril de 2002, que reconhece a Libras como uma língua, a forma correta é Libras, sem acento.

 

Gestuno, o Esperanto dos Sinais

Para se ter um padrão único em eventos internacionais, quando as diversas línguas se misturam existe uma linguagem conhecida como Gestuno (gesto único).

Homem de negócios fazendo gestuno

 

Como se comunicar corretamente com os surdos?

Depois de conhecer algumas curiosidades sobre Libras chegou a hora de conhecer algumas dicas sobre como se comunicar corretamente com os surdos, de forma colaborativa e eficaz, visando uma comunicação inclusiva:

  1. Fale de frente.
  2. Não olhe para o outro lado ao conversar.
  3. Use leitura labial.
  4. Esteja em um ambiente claro e com boa visibilidade.
  5. Não é preciso gritar.
  6. Use mudanças de tons ou emoções.
  7. Seja expressivo para demonstrar seus sentimentos.
  8. Caso não compreenda, peça sempre para repetir e, se for preciso, escrever.
  9. Chame a atenção da pessoa tocando em seu braço.
  10. Não chame o surdo de longe.

 

É sempre importante estar atento, porque em qualquer país as características biológicas dos surdos são semelhantes: existe a surdez leve, a moderada, a severa e a profunda. Outro fator fundamental para uma boa comunicação com a comunidade surda é estar atento para identificar os surdos que oralizam, os que sinalizam e os bilíngues – sujeito surdo que também se expressa pela linguagem oral.

 

Aqui, em nosso blog, disponibilizamos a leitura em Libras de forma que todos tenham acesso aos nossos artigos. Utilizamos a plataforma VLibras, que traduz os conteúdos em texto, áudio e vídeo, em Português, para Libras. Demais, né?!

 

Aproveite essa oportunidade para ler este e outros artigos do nosso blog e também treinar uma nova língua.

Comentários (0):

Your Email address will not be published.

Artigos Relacionados