Skip to main content
dasddasdasdasdsa

Organize suas metas para 2022 e comece o ano com o pé direito!

pessoas brindando com champanhe o ano novo

Finalmente! Um ano inteirinho tá batendo à porta. É hora de pensar naquelas metas que você traçou lá no início do ano, sabe? Aquelas, que pensou, pensou, mas não colocou no papel, e muito menos em prática! O que faltou? Fique calmo! Você não é o único a passar por isso. É preciso, em um primeiro momento, entender quais são os seus objetivos – aprender inglês, conseguir o emprego dos sonhos, fazer aquela viagem tão desejada. Depois, é hora de colocar tudo no papel tudo. Para isso, é preciso se organizar. Como fazer? Continue com a gente. Vamos dar dicas que vão ajudar você a cumprir direitinho as metas para 2022! 😉

 

Metas para 2022: 3 dicas que você não pode perder!

 

1- Do it Yourself!

Isso mesmo que você leu! Não adianta pedir a ajuda do melhor amigo, do namorado, do irmão. Essa é uma tarefa que cabe a você! Por mais bacanas que essas pessoas sejam, elas não sabem o que você deseja, onde quer chegar, de que forma pretende fazer isso. Só você tem essas respostas, portanto, a missão é sua! Pare e pense na importância daquilo que deseja. É algo que realmente vai fazer diferença na sua vida? Você se imagina feliz fazendo o que está pensando? Você consegue se divertir só de pensar que está em um parque de diversão de Orlando falando inglês fluentemente com a galera? Se a resposta for sim,  chega de pensar: vamos partir pra ação. Não se esqueça de conhecer as perguntas mais comuns na imigração, tenha caneta e papel em mãos e vamos em frente!

 

Minnie Mouse muito ocupada: digitando e atendendo telefone enquanto as horas passam no relógio

 

2- É hora de agir!

As ideias estão borbulhando. Muitos sonhos, muitas ideias, muita imaginação. Tá na hora de agir! Vamos por partes:

  • pegue uma folha de papel ou use o próprio bloco de notas do notebook e saia escrevendo, ou digitando. Coloque no papel todo esse turbilhão de pensamentos que estão na sua cabeça. Uma dica é começar assim: “Em 2o22 eu quero…”. Escreva tudo o que faz sentido para você.
  •  Não se preocupe com a ordem do que está escrevendo, o que deve vir primeiro, o que virá depois. Nada disso. É a hora da ação e de deixar o medo de lado. Só coloque as ideias no papel, ou na tela. Sabe quando você tá conversando com um amigo e rola um papo descontraído sobre um determinado assunto? Imagine-se colocando tudo o que falou no papel, ou na tela, e, pronto! Quando você se der conta de como é simples, não vai querer parar de escrever, ou digitar.
  • Depois de colocar todas as ideias no papel, é hora de organizar a casa, mas isso a gente vai deixar pro próximo tópico!

 

Desenho Arnold, personagens conversando

 

3- Organização é a palavra

Depois de ter se deixado levar pela imaginação, é hora de se organizar. Mas nada de entrar em pânico, combinado? A gente tá aqui pra ajudar você! 

Sabe aquelas ideias que colocou no papel, ou na tela? Leia cada uma delas em voz alta, e pense: como posso conseguir isso? Vamos dar um exemplo, pra ficar bem prático, tá?

Uma das suas metas para 2021 é falar inglês fluentemente. Você sempre sonhou com isso, e, como a gente até disse antes, já se imaginou até mesmo viajando para Orlando com a galera. Claro, entre as suas metas está conseguir o emprego dos sonhos, então, falar inglês fluentemente também entra como parte dessa meta, certo? Beleza! Temos, então, uma meta macro, que é falar inglês fluentemente, e depois o porquê você deseja tanto isso. Aproveite para conhecer os principais exames que certificam que você tem proficiência em inglês, isso vai ser útil no seu planejamento.

Registre, em destaque, essa meta, que é falar inglês fluentemente. Abaixo dela, escreva, em tópicos, os motivos, como já falamos no parágrafo aí de cima. Pronto! Parte do trabalho está feito. Vamos à lição de casa número 2? Sigamos!

 

Mulher desenhando as linhas de planner com o título "youtube"

 

Como alcançar a minha meta?

Agora, é a hora da pesquisa, que você já deve ter feito alguma vez na vida, mas ficou no passado, sabe? Em 2022 isso vai ser diferente, a gente confia em você! 

Quando fez a sua pesquisa, certamente chegou a uma escola de inglês que vai fazer você chegar lá, que estará com você em busca do seu sonho, que oferece as melhores oportunidades, várias modalidades de cursos, com professores altamente qualificados, material próprio, atividades práticas, do dia a dia – mão na massa, mesmo. Não há dúvidas. É nessa escola que você vai estudar, e alcançar a sua grande meta do ano! E, claro, essa escola é a Cultura Inglesa! 

Pronto, decisão tomada. Agora, é só se matricular e dar o start para alcançar os grandes sonhos da sua vida.

 

Pernalonga pulando de alegria próximo a uma placa escrito "start" se aquecendo para conquistar as metas para 2022

 

A Cultura Inglesa te deseja um 2022 de muitas conquistas! Por isso, assista ao nosso vídeo sobre metas para 2022 e descubra como tirar seus planos do papel!

Sonhe o que quiser. Realize com a Cultura!

Os principais phrasal verbs

Imagem de fundo azul com phrasal verbs escrito em letras brancas e sublinhado com linha verde

Sem tempo para ler? Clique no play abaixo para ouvir o conteúdo!

No inglês existem diversos phrasal verbs que são utilizados no dia a dia, e entender os seus significados é essencial para manter uma boa comunicação. Além disso, elas sempre estão presentes nos diálogos informais, como os ditos por personagens das séries e filmes ou nas suas músicas favoritas.


Phrasal verbs são verbos acompanhados de uma preposição, um advérbio ou de ambos. Essas combinações podem mudar o sentido original do verbo, e diferente do que muita gente pode pensar elas não são nenhum bicho de sete cabeças. São bem divertidos de aprender e quanto mais você praticar, melhor!


Mas você sabe quais são os principais phrasal verbs no inglês? Se não sabe, fique tranquilo que separamos os mais usados aqui para você conferir.

Quais são os principais phrasal verbs?

1- Get over

Esse phrasal verb significa “superar” ou “encerrar”. Sabe aquela amiga que ainda não esqueceu o ex?  Para ela você pode dizer: Get over him! (Supere-o!).

2- Look for

Look for é procurar, tentar achar algo, por exemplo: What are you looking for in my room? (O que você está procurando no meu quarto?).

3- Hang on

Você diz hang on quando está pedindo para alguém esperar, mas de uma maneira informal, por exemplo: Gabriel, my mother is calling me, could you hang on for a second? (Gabriel, minha mãe está me chamando, você poderia esperar um segundo?).

4- Pick up

Na hora de dar uma carona ou ir buscar sua irmã no cinema, o phrasal verb utilizado é “pick up” que significa buscar alguém em algum lugar. Exemplo: Will you pick me up later? (Você vai me buscar mais tarde?).

5- Find out

Esse phrasal verb é utilizada no sentido de “descobrir”. Quando alguém vier te contar uma novidade ou algo que ficou sabendo você pode dizer How did you find out? (Como você descobriu?).

6- Go on

Essa é uma phrasal verb com mais de um significado, e o contexto se tornará essencial para compreender o que ela expressar. Os sentidos de go on podem ser:

Acontecer:

What’s going on? (O que está acontecendo?).

Funcionar:

When will the lights go on? (Quando as luzes vão funcionar?).

Continuar:

Ok, go on please. (Ok, continue, por favor).

7- Figure out

Esse phrasal verb significa “encontrar a resposta” ou “entender algo”, por exemplo: I was trying to figure out what happened (Eu estava tentando entender o que aconteceu).

8- Set up

Set up é utilizado para quando você quer dizer que alguém vai abrir um negócio e também nos sentidos de organizar ou planejar. Exemplo: Daniel set up everything beforehand (Daniel planejou tudo com antecedência).

9- Come back

Come back é retornar quando você está naquele lugar já, por exemplo: I didn’t want to come back home, but my mom insisted. (Eu não queria voltar pra casa, mas minha mãe insistiu.)

10- Give up 

O give up significa desistir, como nessa frase: I won’t give up, tomorrow I’ll take the test again (Eu não vou desistir, amanhã eu vou fazer o teste novamente).

11- Give in

Esse phrasal verb é utilizado no sentido de ceder ou se dar por vencido. Exemplo: My dad didn’t want us to get a dog but eventually he gave in (Meu pai não queria que tivéssemos um cachorro, mas por fim ele cedeu). 

12- Get out

O significado de get out é sair. Então, se você quer mandar alguém sair ou falar que alguém saiu basta usar esse phrasal verb, como na frase ‘There’s a fire! Get out of the house.’ (Tem um incêndio! Saia da casa).

13- Make up

Pode ser usado nos seguintes sentidos:

Inventar  ou criar:

She is making up excuses (Ela está inventando desculpas).

Fazer as pazes, reconciliar:

I had an argument with my brother, but we made up (Eu discuti com meu irmão, mas nós fizemos as pazes).

Constituir:

The Brazilian flag is made up of four colours: green, yellow, blue and white.

14- End up

O phrasal verb end up é usado no sentido de “acabar acontecendo” ou finalizar algo. Por exemplo: He ended up doing all the work by himself (Ele acabou fazendo todo o trabalho sozinho).

15- Break down

Break down é ficar triste ou decepcionado com algo, por exemplo: I broke down when I received the news (Eu fiquei muito triste quando recebi a notícia).

Também pode ser usado quando queremos dizer que algum equipamento parou de funcionar: My computer broke down (Meu computador parou de funcionar).

16- Give away

Você usa give away quando quiser se referir a doar algo, como na frase: Will you give your books away when you move? (Você vai dar seus livros quando você se mudar?).

17- Come out

O come out pode ter mais de um sentido também, como estes:

Sair:

I don’t want to come out, it’s cold out there (Eu não quero sair da casa, está frio lá fora).

Lançamento:

The new single of Lady Gaga has just come out (O novo single de Lady Gaga acabou de sair).

Assumir a homossexualidade:

Carla came out when she was sixteen (Carla se assumiu quando tinha dezesseis anos).

18- Grow up

Esse phrasal verb significa “crescer” sendo usado somente para pessoas. Por exemplo: I was born and grew up in São Paulo (Eu nasci e cresci em São Paulo).

19- Look after

Usamos essa phrasal verb no sentido de cuidar, como em take care. Exemplo: I will look after my sister today (Eu cuidarei da minha irmã hoje).

20- Come on

O come on é utilizado para animar alguém e também no sentido de “vamos”. Exemplo: Come on Gavin, Carla and Dave will be there in the party too! (Vamos, Gavin! Carla e Dave também estarão na festa).

21- Take over

Take over é tomar o controle de algo, por exemplo: I’ll take over my family business (Eu vou assumir o negócio da minha família).

22- Look forward to

Quando você estiver ansioso para fazer algo ou viver alguma situação você pode usar o phrasal verb look forward, como no exemplo: I’m looking forward to meeting you personally  (Estou ansioso para conhecê-lo pessoalmente).

23- Get up

Você diz get up no sentido de ficar em pé e também para dizer em que momento você ou alguém costuma se levantar da cama: Tomorrow I’ll get up at five (Amanhã eu vou me levantar às cinco).

24- Sit down

Esse phrasal verb significa “sentar”, exemplo: Please, sit down (Por favor, sente-se).

25- Look at

A phrasal verb look at significa examinar algo, exemplo: Can you look at my car? There’s a strange noise coming from the front wheel. (Você pode dar uma olhada no meu carro? Ele está fazendo um barulho estranho.)

26- Write down

Write down significa anotar, como na frase: I have written down some items that I need from the pharmacy. (Eu tenho que anotar alguns itens que eu preciso da farmácia).

27- Take back

Esse phrasal verb é utilizado no sentido de retirar o que disse, por exemplo: After her bad behavior, I take back all the nice things I said about her (Depois de seu mau comportamento, retiro todas as coisas boas que falei sobre ela).

 

Leia outros artigos como este!

O conteúdo sobre phrasal verbs lhe foi útil? Em nosso blog você pode encontrar outros semelhantes a este. Veja: 

10 modal verbs essenciais para se comunicar bem em inglês

Fique por dentro das gírias em inglês mais usadas pelos americanos e britânicos

jovens americanos e britânicos rindo enquanto falam gírias em inglês

As gírias em inglês são muito usadas na comunicação falada, que é bem mais informal do que a escrita. Fazem parte do dia a dia, sendo aplicadas em em várias situações. Seja você um iniciante no idioma, seja de um nível mais avançado – ou até mesmo alguém que tenha a fluência na língua, temos certeza de que não vai tirar os olhos do que trouxemos aqui, neste artigo, afinal, nada melhor do que aperfeiçoar ainda mais os seus conhecimentos em inglês, não é mesmo? ?

 

Qual a importância de conhecer as gírias em inglês?

As gírias em inglês fazem parte da comunicação falada, logo, se você deseja alcançar a fluência no idioma, é importante conhecê-las. Nesse sentido, não ter contato com o que é comumente usado na fala pode prejudicá-lo no momento em que estiver conversando em inglês. Isso porque trata-se de uma forma de comunicação da qual fazem parte gírias, expressões idiomáticas e abreviações.

 

Como saber se estou usando uma “gíria”?

Gíria, que em inglês chamamos de slang, refere-se a palavras do vocabulário informal que normalmente não são encontradas em um dicionário. Muitas delas têm vários significados. Portanto, é necessário prestar muita atenção ao contexto da conversa de forma a usá-las corretamente. Uma dica que damos é praticar as gírias em inglês com seus amigos antes de usá-las em conversas com quem você ainda não conhece muito bem.

Mulher perguntando "Is It slang' para a câmera

 

Gírias americanas X gírias britânicas

As gírias americanas são vistas com bastante frequência na TV, logo, pode ser que você já as tenha visto em filmes ou séries. No entanto, vale ressaltar algo muito importante: as gírias americanas nem sempre são as mesmas usadas pelos britânicos. De outro modo, podem até mesmo ser as mesmas, mas usadas em contextos diferentes. Isso acontece porque cada país têm as suas próprias expressões regionais, que se formaram a partir dos habitantes locais.

 

Gírias em inglês usadas pelos americanos

Confira, a seguir, as principais gírias usadas pelos americanos e as situações em que acontecem!

 

1. What’s up?

Essa gíria, inclusive,influenciou a criação do nome do aplicativo “WhatsApp”, que é a junção de “Whats + App”. É usada naquelas situações em que você inicia uma conversa, sendo traduzida como “e aí, beleza?”. Por exemplo:

Hey, Tom. What’s up? (E aí, beleza?)
Not much! (Não muito)

2. Lowkey e Highkey

Essas são gírias em inglês que têm sentidos opostos. Enquanto lowkey é usado para falar sobre algo mais tranquilo, discreto, highkey tem o sentido oposto. Confira, nos exemplos a seguir.

My Friday night will be lowkey: I’ll just watch some movies and have some pizza at home. (Eu prefiro ficar na minha e não sair.)

I’m going to a highkey party tonight! (Estou indo a uma festa badalada amanhã.)

3. Spill the tea

Essa gíria é usada quando alguém está para contar a você uma “fofoca” – ou algo mantido em segredo. Como se diz, “dar com a língua nos dentes”. Praticamente, é pedir para que a pessoa faça isso. Veja:

What do you know about the new teacher? Spill the tea!
(O que você sabe sobre a nova professora? Conta logo!)

 

4. Shady

A gíria shady faz referência a algo questionável ou suspeito. Por exemplo:

That guy is really shady. You shouldn’t trust him. (Aquele cara é muito suspeito. Você não deveria confiar nele.)

 

5. Sick

Essa gíria é usada quando queremos dizer que algo é muito bacana, “legal”. Veja:

Those shoes are sick! (Esses sapatos são incríveis.)

 

6. Party animal

Essa é uma gíria em inglês usada para definir alguém que “adora uma festa”.

Jerry is a party animal. (Jerry é festeiro.)

 

7. Dump

Essa gíria é usada quando se quer fazer referência ao término de um relacionamento amoroso com alguém. Por exemplo:

She dumped him last May.(Ela terminou com ele em maio passado.)

 

8. Shut up

Certamente você já ouviu ou leu essa gíria com o sentido de “cale-se”. No entanto, ela tem outro sentido, também, que é o de “descrença”. Confira:

Did you hear that Emily and Jack got back together? (Você ouviu que a Emilly e o Jack voltaram a ficar juntos?)

Shut up! (Ah! Não acredito!)

 

9. Chill out

Essa é uma daquelas gírias que a gente usa para pedir que alguém fique mais calmo, mais tranquilo, que relaxe, “respire”. Veja:

You need to chill out and stop thinking too much. (Você precisa relaxar e parar de pensar muito.)

 

10. A blast

Essa gíria é usada quando se quer dizer que um determinado evento foi incrível. Por exemplo:

Last night was a blast! (A noite passada foi um arraso!)

 

As gírias em inglês que mostramos até aqui já ajudam você a desenvolver ainda mais o seu vocabulário em inglês, mas como queremos ver cada vez mais o seu progresso, vamos dar mais algumas dicas de slang que são bastante usadas pelos americanos. Fique de olho!

 

  • Dude – “Cara”.
  • Dope – “Algo “maneiro”, “show”.
  • Whiz – Uma pessoa muito inteligente.
  • Flakey – Pessoa indecisa.
  • Bummer – Algo decepcionante.
  • Couch potato – Uma pessoa preguiçosa.
  • Chick – Menina ou mulher jovem.
  • Babe: pessoa atraente.
  • Freebie: algo que é gratuito.

 

Gírias em inglês usadas pelos britânicos

 

1. Gobsmacked

Gíria em inglês tipicamente britânica, significa “ficar surpreso por alguma coisa”, ou seja, “boquiaberto”. Por exemplo:

I was gobsmacked when she announced her pregnancy.
(Fiquei pasmo quando ela anunciou sua gravidez.)

 

2. Easy peasy

Essa gíria é usada como referência a coisas que são muito fáceis – com um ar “irônico”. Veja:
Portuguese test? Easy peasy! (Prova de Português? Já passei!).

 

3. Mate

Essa é uma das gírias mais conhecidas e usadas pelos britânicos. Se traduzida para o português, significa “cara”, “amigo”. Preferencialmente utilizada pelos jovens, a gíria mate, quando empregada no plural, refere-se a alguém ou a algum grupo. Por exemplo:

Stop mugging me off, mate. (Pare de me assaltar, companheiro.)

Have you made some mates on the new job? (Então, você já fez alguns amigos no novo trabalho?)

 

4. Cheers

Provavelmente você já usou essa palavra em inglês para fazer um brinde. No entanto, para os ingleses, a palavra “cheers” também se refere a um agradecimento. Confira:

Cheers for bringing here. (Obrigada por me trazer aqui.)

 

5. Bloody

Outra expressão bastante comum na Inglaterra, bloody é usada para conferir intensidade

às coisas. Por exemplo:

I am so bloody happy for you! – (Eu estou tão feliz por você!)

 

6. A cuppa

Uma xícara é a versão abreviada de “uma xícara de chá”. Como os britânicos têm a tradição de tomar chás, a ouvir a expressão “gosta de uma xícara de chá?” é ouvida com bastante frequência. Veja:

Do you fancy a cuppa? (Você gosta de uma xícara de chá?)

 

7. Loo

Essa palavra faz parte das gírias britânicas e é usada para se referir ao banheiro. Exemplo:

Where ‘s the loo? (Onde está o banheiro?)

 

8. Gutted

Esta gíria é usada quando alguém está extremamente triste, chocado ou desapontado. Por exemplo:

I was gutted about his speech. (Eu fiquei chocado com o discurso dele.)

 

9. Ace

Essa palavra é usada quando se quer dizer que algo é muito legal, divertido. Em português, seria o mesmo que “da hora”.

This car is ace! – Esse carro é “da hora”!

 

10. Smashed it

Essa gíria em inglês significa “arrasei” ou, em no português falado, “mandei bem”. Veja:

I smashed it! I got an A on my test. (Eu arrasei! Eu tirei dez no meu teste.)

 

Personagem dos Simpsons, policial, fardado, sentado à mesa, lê um documento e diz que as palavras ali escritas referem-se a uma pessoa muito legal.

 

 

Agora que você já está por dentro das principais gírias em inglês tanto dos Estados Unidos quanto da Inglaterra, chegou a hora de se aperfeiçoar ainda mais.

Para isso, conte com a gente! Aqui tem aulas com muita conversação, nas quais fala inglês de verdade, vivenciando situações reais do seu dia a dia.

Aproveite para fazer sua matrícula e já iniciar 2022 sendo um aluno Cultura!

Sonhe o que quiser. Conquiste com a Cultura!

Para você não se confundir mais: 10 palavras em português que não existem em inglês!

Menina negra com tranças e cabelo preto com expressão de dúvida e palma da mão virada para cima

Está sem tempo para ler o artigo? Clique no play abaixo e ouça-o agora mesmo!

Hoje a gente vai falar sobre um assunto bem bacana: palavras em português que não existem em inglês. Por mais que a gente tente recorrer à tradução dos termos que citaremos aqui, o sentido literal deles se perde. Isso, claro, porque cada língua tem as suas peculiaridades, o que a torna única. Vamos, então, conferir de perto algumas dessas palavras e entender como funcionam em uma frase? Vem com a gente!

Mulher de pele branca, com cabelo chanel, usando óculos e com um livro na mão perguntando em que palavra ela está tentando pensar.

 

Quais são as palavras em português que não existem em inglês?

1. Saudade

Essa é quase um clichê, mas a verdade é que a palavra saudade não tem tradução em inglês, assim como em qualquer outra língua.

No entanto, existe uma expressão que pode ser usada para expressar “saudade” em inglês, mas a intensidade não é a mesma, ou seja, “saudade” exprime algo mais carinhoso, profundo; um estado de espírito. Em inglês, se usa I miss you, que seria algo como: “Eu sinto falta de você”. Por exemplo:

I miss Brazil. (Eu sinto saudade do Brasil.)

 

2. Mutirão

Em português, usamos essa palavra para nos referirmos a um esforço conjunto em prol de um determinado fim. Em inglês se usa a expressão joint effort como referência a algo parecido com “mutirão”. Vamos a um exemplo?

They made a joint effort to clean the park. (Fizeram um mutirão para limpar o parque.)

 

3. Xodó

Se existe uma palavra bastante utilizada no Brasil, principalmente na região Nordeste, é xodó. Seu significado está relacionado a carinho, afeto, mas não necessariamente por um(a) parceiro(a), mas entre amigos ou até mesmo animais, como podemos ver a seguir:

My dog is the apple of my eye. (Meu cachorro é meu xodó.)

Existem até mesmo outras expressões em inglês com uma carga emocional que poderia se assemelhar a “xodó”. No entanto, são usadas somente no sentido de um relacionamento, diferente da forma como usamos no português, inclusive entre amigos. Entre essas expressões destacam-se: my love; sweetheart ou the apple of someone ‘s eye, como conferimos na frase acima.

 

4. Cafuné

Essa, efetivamente, é uma das palavras em português que não têm tradução em inglês. Refere-se ao ato de passar os dedos pelo cabelo de alguém. Mesmo que tentemos usar alguma palavra ou expressão próxima em inglês, não chegamos a nada parecido com o que se fala em português. Por exemplo:

You scratch someone ‘s head gently. (Você coça gentilmente a cabeça de alguém.)

Bebê de pele clara, vestindo roupa azul e branca, deitado com um filhote de cachorro sobre ele fazendo cafuné no animal.

 

5. Malandro

Essa palavra tipicamente brasileira não tem tradução em inglês. Dependendo do contexto, pode se referir a alguém que tem “jogo de cintura” para lidar com determinada situação ou, em um contexto não tão positivo, significa um boêmio, trapaceiro. Vamos a um exemplo, para contextualizar:

Check that smart guy out! Flirted with the server and had lunch for free! (Olha aquele malandro! Flertou com a garçonete e almoçou de graça!)

 

6. Folgado

Palavra típica da língua portuguesa, não tem tradução para o inglês. É o mesmo que uma pessoa “preguiçosa” ou “alguém que se aproveita da generosidade dos outros”. Por exemplo:

He’s a layabout, never helps with anything at home. (Ele é muito folgado, não ajuda em nada em casa.)

 

7. Anteontem

Se tem uma palavra usada em português cuja tradução não existe em inglês é “anteontem”. Os brasileiros usam apenas uma palavra para dizer isso, enquanto os americanos usam “the day before yesterday” Por exemplo:

I got back from a trip the day before yesterday. (Eu cheguei de viagem anteontem.)

 

8. Chulé

Usamos a palavra “chulé” para nos referirmos ao mau cheiro nos pés ou nos sapatos de alguém, mas em inglês essa palavra não tem tradução. Por exemplo:

His feet are smelly. (Ele está com chulé.)

 

10. Ser enrolado/enrolada

Não há em inglês uma palavra específica para definir com a mesma precisão do Português alguém que demora a entregar o que promete por falta de organização ou que simplesmente leva um bom tempo para responder uma mensagem que enviamos ou finalizar uma tarefa. O mais perto que chegamos para explicar essa ideia em inglês é usando a palavra flaky, que dá a ideia de alguém que acaba procrastinando coisas por falta de organização:

My best friend is really cool, but a bit flaky. She is always the last one to answer my messages.” (Minha melhor amiga é muito legal, mas um pouco enrolada. Ela é sempre a última a responder minhas mensagens.)

 

Hora do dever de casa

Cinco personagens do desenho Scooby-Doo olhando simultaneamente para a câmera e para o livro, que está nas mãos de uma das personagens, fazendo o dever de casa, que é buscar palavras em português que não existem em inglês.

Agora, chegou a hora de você incrementar essa lista!

Escreva, nos comentários, palavras em português que não têm tradução em inglês.

A gente adora quando você participa! ❤️

Sonhe o que quiser. Conquiste com a Cultura.

Não caia em pegadinhas: 20 falsos cognatos em inglês para você ficar fera no assunto!

Jovem com mão segurando o queixo com expressão de confusa ao lado de um ponto de interrogação simbolizando dúvida em relação aos falsos cognatos em inglês

Sem tempo para ler o artigo? Clique no play abaixo e ouça-o agora mesmo!

Sabe o famoso “parece, mas não é”? Assim são os falsos cognatos em inglês!

Estamos nos referindo àquelas palavras em inglês cuja escrita e pronúncia se parecem com as do português, mas com significados completamente diferentes.

Conhecer os falsos cognatos – ou false friends, em inglês – ajuda na fluência do idioma, pois muitas vezes você imagina que está falando uma coisa quando, na verdade, está dizendo outra. Além disso, ao aprender os falsos cognatos em inglês você também deixa de passar por algumas situações constrangedoras, seja no dia a dia ou em uma entrevista de emprego, por exemplo.

Trouxemos, portanto, uma lista com 20 falsos cognatos em inglês. Vamos conferir juntos??

 

Criança de pele clara, olhos verdes, vestindo blusa rosa e com laço na cabeça levantando o dedo polegar em sinal positivo para o aprendizado dos falsos cognatos em inglês.

 

20 falsos cognatos em inglês!

1. Push

Esse é clássico, afinal, quem nunca puxou uma porta onde estava escrita a palavra push?

No entanto, push, em inglês, não significa “puxar”, mas sim “empurrar”. Se a sua intenção é falar “puxar”, você deve usar a palavra pull.

 

2. Principal

Apesar da ortografia ser idêntica àquela usada em português, a palavra principal, em inglês, significa “diretor” – usualmente diretores de escola.

 

3. Intend

A palavra intend, tanto na escrita quanto na pronúncia lembra, em português, “entender”. No entanto, intend é o mesmo que “pretender“.

Se você quiser falar “entender”, use understand.

 

4. Pretend

Já vimos que intend significa “pretender”, logo, o que significa pretend?

Para acabar com o mistério, pretend significa “fingir“.

Esse é um daqueles falsos cognatos em inglês que nos deixa de queixo caído, não é mesmo? ?

 

5. Library

Será que essa você sabe? ?

Apesar de parecer que a palavra library significa “livraria”, na verdade ela significa “biblioteca

Se você quiser se referir à “livraria”, em inglês, use book shop.

 

6. Exit

Essa também é clássica, hein! Quem nunca viu, em salas de cinema, a palavra exit?

Ficou fácil, agora, né? Exit significa “porta de saída“, portanto, nada tem a ver com “êxito”.

Caso queira se referir a “êxito, em inglês”, a palavra adequada é success.

 

7. Notice

Apesar dessa palavra lembrar “notícia”, o significado, em inglês, é outro. Sabe qual? “Notificação“.

Para nos referirmos a uma notícia, usamos news.

 

8. Lecture

Vendo assim, rapidamente a associação que se faz é com “leitura”, né? Mas, na verdade, passa longe disso. Lecture refere-se à “palestra“.

Em inglês, a palavra usada para nos referirmos à palavra leitura é reading.

 

9. Policy

Tá aí um falso cognato com o qual você possivelmente já se deparou. “Policy”, ao contrário do que se pode pensar, significa “política“, “diretrizes para alguma coisa“.

Por outro lado, se você quiser se referir à palavra “polícia”, em inglês, use police.

 

10. Recipient

Um dos falsos cognatos em inglês que pode causar dúvidas, recipient é o mesmo que “destinatário“.

Se você quiser se referir a um “recipiente”, ou seja, a um lugar para depositar algo, a palavra adequada é container.

 

11. Requirement

Lendo assim, essa palavra lembra “requerimento”, mas seu significado é outro. Requirement é o mesmo que “requisito“, enquanto request é a palavra usada para se referir a “requerimento”.

 

12. Resumé

Esse é um falso cognato em inglês que, efetivamente, causa uma certa confusão. Isso porque, apesar de lembrar “resumo”, significa “currículo“.

Agora, se usarmos resume, sem o acento agudo na última letra, nos referimos a “reiniciar”.

 

13. Sensible

Apesar da semelhança com a palavra “sensível”, o vocábulo sensible significa “sensato“. Para “sensível”, usamos sensitive, em inglês.

 

14. Retire

Ao ler essa palavra, o que vem à sua mente? Se foi “retirar”, fique de olho aqui, pois não é este o significado. Retire é o mesmo que “aposentar“.

Agora, se você quiser falar “retirar”, no sentido literal, opte por remove ou to take out.

 

15. Rim

Ao se deparar com essa palavra, imediatamente você a associa a um órgão do corpo humano? Se a sua resposta foi “sim”, saiba que o significado não tem nada a ver com o que você pensou. Rim, em inglês, significa “borda”, como the rim of the cup, ou seja, “a borda do copo”.

O órgão rim, por sua vez, é conhecido como kidney, em inglês.

 

16. Terrific

Esse é um dos falsos cognatos em inglês que costuma causar muitas dúvidas, pois, pela escrita da palavra, pode ser associado a “terrível”. No entanto, seu significado é totalmente o oposto. Terrific significa, portanto, “excelente“. Por outro lado, se a sua intenção é dizer “terrível”, a palavra que deve usar é terrible.

 

17. Traduce

Essa palavra lhe é familiar? Se acha que significa “tradução”, não é esse o caminho certo. Traduce significa, literalmente, “difamar“.

O verbo que se usa, em inglês, quando queremos nos referir a uma tradução, é translate.

 

18. Ultimately

Ao ver esta palavra, com o que você a associa? Se pensou em “ultimamente”, está enganado.

Ultimately é usada quando nos referimos a “finalmente”, enquanto lately é usada com o sentido de “ultimamente”.

 

19. Vest

Quando lemos essa palavra, parece que, imediatamente, nosso cérebro nos remete a “vestir”, não é mesmo? No entanto, seu significado é “colete“.

Se a sua intenção é falar ou escrever “vestir”, use o verbo to dress.

 

20. Realize

A escrita dessa palavra, em inglês, é bastante semelhante com a escrita em português, mas atenção! Realize significa perceber. Para realizar, se usa to accomplish.

 

Agora, é a sua vez!

Homem de pele clara, cabelo castanho, vestindo terno completo cinza, com um papel na mão, dá voltas em torno de si mesmo apontando para a câmera.

Você já conhecia esses falsos cognatos em inglês? Se já tinha visto alguns, mas não todos, é uma excelente oportunidade de colocar em prática essa lista. Dessa forma, você estará trabalhando as suas habilidades de memória, o que, segundo mostram algumas pesquisas, é fundamental para aprender uma segunda língua.

Vale, portanto, ler, reler, anotar, colocar a lista no bloco de notas do celular e acrescentar sempre novos falsos cognatos em inglês a ela.

Aproveite também para dar um start no ensino de inglês ou aperfeiçoe os seus conhecimentos no idioma. Aqui, na Cultura, temos várias modalidades de cursos que certamente vão se encaixar na sua rotina e no seu bolso.

Conheça os nossos cursos e esteja preparado para alcançar todos os seus objetivos e sonhos!

 

Sonhe o que quiser. Conquiste com a Cultura.

Como funcionam os cursos preparatórios para exames internacionais: Cambridge, IELTS e TOEFL

São muitos os benefícios de tirar uma certificação internacional! O primeiro passo é saber a prova mais adequada para o seu nível de inglês. Além disso, é fundamental conhecer bem a prova que você está fazendo. Por isso a importância de fazer bons cursos preparatórios para exames internacionais.

Você sabia que a Cultura Inglesa é centro autorizado a aplicar muitas certificações internacionais? E mais: realizamos preparatórios para os exames de Cambridge, IELTS e TOEFL. Contamos com um time de professores altamente qualificados e com certificações internacionais também. Nossos professores irão te ajudar a alcançar os seus melhores resultados!

Durante o curso preparatório o aluno se familiariza com a estrutura da prova através de exercícios no formato das questões do exame. Além disso, o aluno fica mais próximo das melhores estratégias para cada tipo de questão e treina para fazer cada parte da prova dentro do tempo determinado. Enquanto você não se inscreve em um curso preparatório, pode ler nossas dicas de como se preparar para os exames internacionais de inglês.

Os exames internacionais treinam as cinco habilidades do uso da língua inglesa:

    1. Speaking – habilidade de se expressar oralmente em inglês;
    2. Writing – habilidade escrita;
    3. Listening –  habilidade de compreensão auditiva;
    4. Reading – habilidade escrita;
    5. Use of English – conhecimento de língua inglesa.

via GIPHY

Como as habilidades de uso do inglês são treinadas nos cursos preparatórios para exames internacionais?

Ao longo do curso, o aluno tem prática oral durante as aulas através de atividades de conversação, assim preparando-o para o Speaking. As atividades são focadas no tipo de questão que ele encontra na prova. Através da prática o aluno também melhora sua fluência, o que o ajuda não só a atingir um bom desempenho na prova, mas para o uso de inglês na vida, com mais confiança e desenvoltura.

Quanto ao Writing, ao longo do curso o aluno é treinado para escrever diferentes tipos de textos, como artigos, cartas e e-mails formais e informais, críticas, relatórios etc, de acordo com o seu nível. Essa prática é importante não só para um bom desempenho na prova, mas também para o uso de inglês no nosso dia a dia.

Para a parte de Reading, além de desenvolver estratégias de leitura e compreensão de diferentes tipos de texto, temos a prática atividades no formato da prova e com a prática, o aluno expande seu vocabulário, desta forma melhorando o seu nível de inglês.

Já para a parte de Listening, o aluno se preparando para um exame internacional faz atividades que o ajudam no desenvolvimento da habilidade de compreensão auditiva. É muito bom ver um filme sem legendas ou ouvir uma música em inglês e entender a mensagem!

Por fim, quanto ao Use of English, o aluno trabalha o conhecimento de gramática e vocabulário.

Ao longo do curso, o aluno recebe feedback constante do seu professor sobre seus pontos fortes e pontos a desenvolver, e também dicas de como desenvolvê-los .

Um outro elemento dos nossos cursos preparatórios é a aplicação de simulados. Durante o curso o aluno faz diferentes provas de simulados, sempre recebendo feedback do seu professor. Conforme você vai se preparando, você vai se sentindo mais confiante e mais seguro para fazer a prova!

Conheça todas as opções de cursos preparatórios para exames internacionais que a Cultura Inglesa oferece! Não deixe de conferir também mais notícias sobre certificações internacionais em nosso blog.

Saiba tudo sobre o veganismo como estilo de vida!

Mulher jovem, branca, na bancada da cozinha próximo de verduras e legumes representando a imagem ilustrativa do artigo que trata sobre veganismo como estilo de vida

Sem tempo para ler o artigo? Ouça-o agora mesmo, de forma gratuita, clicando no play abaixo!

Ao pensar em veganismo, o que vem à sua mente? Se imediatamente associou o termo à palavra dieta, é importante conhecer mais sobre o assunto, pois existe um significado maior por trás do tema. Na verdade, o veganismo corresponde a uma causa social pautada em formas mais sustentáveis de vida. Além disso, o veganismo como estilo de vida está relacionado à adoção de rotinas mais conscientes e que podem transformar o mundo. Interessante, não é mesmo? Continue a leitura para entender, na prática, a importância do veganismo para a sociedade e, sobretudo, para a preservação do planeta.?❤️

Gif de Terra girando e a frase "Vegan for a kinder world" escrita em preto com o fundo branco

 

Veganismo como estilo de vida

O veganismo é um movimento político, ético e de estilo de vida que busca excluir todas as formas de exploração animal, sejam elas voltadas à alimentação, ao vestuário ou a qualquer outro fim.

Dessa forma, como um dos principais motivos do movimento vegano destaca-se a preocupação em poupar os animais do sofrimento, o que vai muito além da substituição da carne por outros alimentos.

Os adeptos ao veganismo lutam contra a extração de pele de animais para a indústria da beleza assim como para o uso de animais em testes realizados pelas indústrias farmacêuticas e cosmética.

Assim, muito mais do que retirar a carne da alimentação, o veganismo nos leva a pensar em mudanças de hábitos e costumes diários em busca de um planeta melhor para nós mesmos e para as gerações futuras.

Gif aparecendo rosto de animais formando coração e pergunta em inglês "Why love one but eat the other?"

 

A expansão do veganismo no Brasil

De acordo com uma pesquisa realizada pela Inteligência em Pesquisa e Consultoria (IPEC), em fevereiro de 2021, 46% dos brasileiros não comem carne pelo menos uma vez por semana. Do mesmo modo, mais de 30% optam por opções veganas em restaurantes, quando esses estabelecimentos informam que existe a opção no cardápio.

De fato, o veganismo tem crescido no Brasil. Destacam-se entre os fatores que motivam a adoção do veganismo como estilo de vida:

 

Ética e responsabilidade

O mundo vive, constantemente, processos que exigem mudanças. Nesse contexto, entram também os hábitos alimentares das pessoas, que cada vez mais buscam reduzir a ingestão de carne, tornando-se adeptas ao veganismo.

Os “novos consumidores” buscam, dessa forma, opções que atendam as causas que defendem, como a ética animal e ambiental. Inclusive, não é somente na alimentação que isso se reflete, mas também na escolha das vestimentas, dos produtos de beleza, limpeza, além de serviços e diversão.

 

Saúde e qualidade de vida

As práticas diárias adotadas pelos adeptos do veganismo como estilo de vida contribuem para melhores condições de saúde e, consequentemente, qualidade de vida.

Inclusive, os resultados de um estudo científico do Instituto Nacional do Câncer, em Bethesda, mostraram que há um aumento do risco de mortalidade relacionado diretamente ao consumo de carne. Dentre algumas das causas, destacam-se as doenças hepáticas, cerebrovasculares, cardíacas, renais, o diabetes mellitus, infecções e até mesmo o câncer.

Logo, quem opta por pelo veganismo como estilo de vida além de ganhar mais consciência a respeito dos alimentos que consome, deixa o seu organismo menos exposto a doenças que podem ser fatais.

 

Reforço das mídias sociais

As mídias sociais têm um papel muito importante na disseminação do veganismo como estilo de vida.

Justamente por influenciarem comportamentos e decisões, as mídias trazem informações que podem impactar a vida de milhares de pessoas, contribuindo, inclusive, para a mudança de hábitos.

Além disso, vários artistas de grande repercussão, como Ariana Grande  e Paul McCartney, entre outros, são amantes do veganismo, o que reforça ainda mais a importância da causa.

Ainda falando no papel das mídias sociais na disseminação do veganismo como estilo de vida, a #Vegan tem, hoje, mais de 117 milhões de publicações no Instagram. Um número bem expressivo, né? ?

Gif de Lisa de Os Simpsons pensando sobre hot dogs

 

3 documentários sobre veganismo que você não pode deixar de assistir!

Se você já aderiu ao veganismo como estilo de vida ou é aspirante a vegano, vale ficar de olho em documentários que retratam o tema sob óticas distintas. Selecionamos alguns títulos que podem servir como fonte de inspiração. Confira! ?

 

Cowspiracy: O Segredo da Sustentabilidade

Disponível no Netflix e tido como um dos documentários mais bem avaliados de acordo com dados do Google, Cowspiracy retrata como a criação de animais pode ser nociva para o planeta, sendo responsável, inclusive, pela degradação ambiental, poluição e desmatamento que vemos hoje.

 

What the Health

Também disponível no Netflix, esse documentário aborda a influência dos hábitos alimentares na saúde, incluindo quadros agravantes de doenças geradas pela má alimentação. De fato, é um documentário que nos faz repensar nos alimentos que ingerimos diariamente e nos efeitos deles em nossa saúde.

 

The Game Changers

Esse documentário também está disponível no Netflix e mostra, a partir da observação da vida de diversos atletas que se alimentam com plantas e vegetais, como esse tipo de alimentação, 100% vegetal, pode ser ao mesmo tempo nutritiva e saudável.

 

Refeições saudáveis em inglês

Agora que já temos bastante informação sobre o veganismo como estilo de vida, chegou a hora de buscarmos, em inglês, alimentos saudáveis. Dessa forma, você estará preparado para entender quais termos em inglês pode encontrar quando for fazer uma pesquisa sobre o tema no Google. Vamos conhecer, então, algumas expressões típicas de uma alimentação saudável em inglês? ?

  • Healthy food = comida saudável.
  • Junk food = comida sem qualidade.
  • Vegetarian food = comida vegetariana.
  • Vegan meal = comida vegana.
  • Veggie = vegetariano.
  • Nutritious = nutritivo.
  • Nutrition Facts Label = etiqueta de informação nutricional.
  • Soy = soja.
  • Poppy seeds = sementes de amapola.
  • Oats = aveia.
  • Ginger = gengibre.
  • Gluten free = sem glúten.
  • Low fat = baixo em gorduras.
  • Dairy products = produtos lácteos.
  • Cruelty-free = livre de crueldade (produtos com esta indicação não são testados em animais).

 

Act Global: atitudes sustentáveis salvam o planeta

Tratamos aqui de um tema muito importante, o veganismo como estilo de vida, e realmente nos importamos com essa causa! Acreditamos que simples atitudes podem transformar o mundo, criando uma atmosfera mais saudável para todos nós.

Foi com esse pensamento que desenvolvemos o projeto Act Global, focado em provocar mudanças na vida de alunos e não alunos para um estilo de vida mais saudável e preocupado com o meio ambiente.

Mostramos, por exemplo, que é possível, no dia a dia, implementar mudanças que fazem a diferença para o planeta, como trocar a escova de dente de plástico pela de bambu, substituir as sacolas plásticas pelas ecobags e até mesmo adotar o consumo consciente, repaginando, por exemplo, peças já existentes no guarda-roupa.

Para dar ainda mais força à ação, convidamos alguns influenciadores, como a família do @casasemlixo, para mostrar que é possível evitar desperdícios desnecessários.

Acreditamos que a mudança vem por meio da educação e que, ao formarmos cidadãos engajados com a manutenção do ambiente ao seu redor, podemos construir um mundo mais próspero.?

Você se identifica com essa causa? Vem pra Cultura! Juntos vamos construir a mudança que desejamos para o mundo!

Thanksgiving Day: saiba tudo sobre essa importante tradição de quase 400 anos!

Está sem tempo para ler o artigo? Ouça-o, agora mesmo, clicando no play abaixo!

Once upon a time, em 1620, os colonos que fundaram a vila de Plymouth em Massachusetts, Estados Unidos, trabalharam muito e tiveram más colheitas. O outono foi difícil e o inverno que se sucedeu, muito rigoroso. Mas conta a história que, no ano seguinte, verão e outono de 1621, os colonos tiveram uma colheita farta. Thanksgiving! O governador da vila logo ordenou que houvesse uma festa em homenagem ao progresso da safra naquele ano. Pois deu-se, então, a instalação de uma tradição norte-americana que é comemorada há quase 400 anos, sempre no início do outono. A data no Brasil é conhecida como Ação de Graças.

Thanksgiving ou Ação de Graças é mais do que um feriado

O outono, nos Estados Unidos, é de muito trabalho e comemoração. Seus feriados também são famosos e expandiram a fronteira cultural do país. Se, por um lado, é nessa estação que se brinca o Halloween, também é nela que se faz a colheita e se comemora os resultados da safra. Muitos dizem que o Halloween tem origem em uma festa celta que comemorava a colheita, também. Mas os norte-americanos, tanto nos Estados Unidos quanto no Canadá, fazem esse agradecimento pela fartura no Dia de Ação de Graças. Por isso, essa é uma festa de conexão espiritual. Dizem que a primeira ceia teve a participação de noventa índios, estabelecendo uma intenção de ecumenismo e aliança entre etnias que colecionavam conflitos em sua história.

A gente preparou, com carinho, respostas às perguntas mais comuns sobre o Thanksgiving Day. Que tal compreender mais um pouco sobre essa data tão bela e tradicional? Assim, você estará mais preparado para participar das comemorações quando estiver na América do Norte ou até mesmo quando for convidado, por algum imigrante norte-americano, para participar de um jantar de Ação de Graças aqui mesmo, no Brasil. Então, vamos às perguntas!

1. O que significa “Thanksgiving Day”?

A explicação do significado de thanksgiving, em inglês, é to give thanks, ou seja, “dar graças”. No Brasil, a expressão comum seria “dar graças a Deus”, por isso a tradução de Thanksgiving Day ser Dia de Ação de Graças. Essa é uma compreensão bem ligada ao dom da graça, em que os religiosos entendem que é uma concessão de Deus aos homens e que os torna capazes de alcançar a salvação.

2. Quando se comemora o Thanksgiving?

Existem algumas curiosidades sobre quando se comemora o Thanksgiving. Nos Estados Unidos, por exemplo, essa data não era um feriado nacional. A primeira ação nesse sentido foi de Abraham Lincoln, em 1863, que declarou a 4ª quinta-feira do mês de novembro como o Dia Nacional de Ação de Graças. Mas, em 1939, Franklin Roosevelt mudou a data para a 3ª semana de novembro. Isso foi feito para ajudar o comércio. Praticamente, metade dos estados não aderiu e a questão foi decidida pelo Congresso dos Estados Unidos. A partir de então, instituiu-se que a data é um feriado nacional comemorado na quinta-feira da 4ª semana de novembro. Mas não no Canadá.

O Dia de Ação de Graças canadense tem outras origens interessantes, mas como os colonos entraram no Canadá passando pela Nova Inglaterra (EUA) no final do outono, os novos imigrantes canadenses (irlandeses, escoceses e alemães) também acrescentaram suas próprias tradições às já existentes, dos britânicos e franceses. Atualmente, também é feriado na maioria das jurisdições do Canadá, mas a comemoração é na segunda-feira da 2ª semana de outubro.

No Brasil, o Dia Nacional de Ação de Graças existe desde 1949, por sugestão de Joaquim Nabuco. Ele é comemorado na 4ª quinta-feira de novembro, mas não é um feriado nacional.

3. Existem festas especiais nesse dia?

Um dia especial merece festas especiais. O Thanksgiving Day é um dia em que as pessoas dedicam o seu tempo livre para estar com a família, em grandes reuniões e, especialmente, realizando jantares que são verdadeiros banquetes. Tanto nos Estados Unidos quanto no Canadá, os votos de gratidão são dedicados com pensamentos, palavras e ações religiosas, além de orações e missas.

Nos Estados Unidos, o Thanksgiving Day também é comemorado com grandes desfiles e com a realização de jogos de futebol americano.

4. Como é o banquete de comemoração no Thanksgiving?

É interessante que a carência de alimentos do outono de 1620 e a fartura de 1621 são simbolicamente representados durante todo o Thanksgiving Day. É comum não se alimentar e passar o dia todo com fome para saciar-se à noite, durante o banquete. As famílias se reúnem para o jantar, mas antes dele oram pelo que são gratos. Se você for convidado a participar de um jantar de Ação de Graças, esteja preparado para, durante o ritual de agradecimento, “to say grace” ao que é especialmente grato naquela noite.

Personagens da série Friends comemorando o Thanksgiving

5. Por que esse dia também é conhecido como Turkey Day?

O prato mais tradicional da comemoração é o peru (turkey). Também são tradicionais o recheio de farofa (stuffing), purê de batatas (mashed potatoes), molho de carne (gravy), milho (corn), torta de abóbora (pumpkin pie), geleia de oxicoco (cranberry sauce) e muitos outros. Mas o prato principal é realmente o peru!

Uma curiosidade muito interessante é que todos os anos, antes de sentar-se e desfrutar plenamente de uma refeição de Ação de Graças com sua família, o presidente dos Estados Unidos deve primeiro seguir a tradição de “perdoar” o peru que não será comido

Agora que você já conhece o Thanksgiving Day, que tal passear pelo mundo e conhecer outras datas comemorativas de outros países? Leia o artigo festas típicas mundo afora que publicamos aqui no blog!

IELTS Exams: descubra informações muito relevantes sobre essa certificação internacional!

Ter uma certificação internacional pode ser crucial para abrir várias portas na sua carreira! A Cultura Inglesa é um centro autorizado para a aplicação de exames internacionais. Você já conhece o IELTS Exams? Continue com a gente e fique por dentro dessa oportunidade!

 

Conheça melhor os IELTS Exams

Essa é uma certificação internacional de proeficiência em inglês reconhecida por vários países anglo-saxônicos pelo mundo, em mais de 6000 instituições!

Já se imaginou estudando ou seguindo carreira no Reino Unido, Canadá ou Austrália? Então essa dica é perfeita para você! Com os IELTS Exams você consegue comprovar a sua fluência no inglês, sendo o primeiro passo para a sua carreira acadêmica ou profissional no exterior. A prova avaliará as habilidades para compreensão auditiva, leitura, escrita e comunicação oral. 

 

IELTS Academic ou IELTS General Training?

Se o seu objetivo é se matricular em uma universidade internacional, a nossa indicação é o IELTS Academic. Com essa certificação você garante que está pronto para o dia a dia dos estudos, seja graduação, ou pós graduação. 

Mas se você deseja se aventurar em outros países para desenvolver o seu lado profissional, a nossa dica é o IELTS General Training. Assim você testa as suas habilidades básicas em solucionar os problemas do cotidiano e da seu trabalho. 

 

Como se inscrever para tirar o certificado internacional?

Não se preocupe, a Cultura é um centro certificado para aplicação dos IELTS Exams, assim fica mais fácil garantir a sua inscrição, não é mesmo? Clique aqui para ser redirecionado à página de inscrição!

Os exames podem ser feitos no Rio de Janeiro ou em Brasília (Asa Sul), de acordo com a preferência do candidato, no formato presencial. O valor atual é de R$ 1089,00, podendo ser pago à vista (boleto) ou no cartão de crédito (com possibilidade de parcelamento em até 5x). 

 

Quando fazer os IELTS Exams?

Nós realizamos o teste semanalmente, de acordo com as datas disponíveis em nosso site, assim você consegue direcionar os seus estudos e se preparar para a prova. A Cultura é referência em cursos preparatórios, você já está por dentro das nossas modalidades? Clique aqui para saber mais!

Ficou com alguma dúvida? Fique tranquilos, nós podemos te ajudar! Preparamos um booklet especial para você, assim fica ainda por dentro dos exames e de como se preparar!

Quer se prepara com a gente? Entre em contato com a nossa central pelo WhatsApp (21) 4002 0909, o atendimento é de segunda à sexta, das 8h às 20h e aos sábados, de 8h às 16h! 

 

Quer descontos generosos? É na Black Friday! Leitura obrigatória para quem quer ser surpreendido

Quantas vezes você já ouviu alguém falar “não compra agora, espera a Black Friday”? Só pelo início desse artigo você já sabe que vamos falar sobre compras, comércio, promoção e, talvez, sobre Ação de Graças e Natal, certo? É isso mesmo! É no mês de novembro que a recente tradição de inaugurar com preços especiais a temporada de compras natalinas ganhou corpo aqui no Brasil. Este ano, não está sendo diferente. Nem a pandemia foi capaz de conter as oportunidades do comércio, dos serviços e, em especial, o ímpeto dos consumidores. Quer saber mais sobre a Black Friday? Então continue com a gente, porque em algum lugar deste artigo temos uma surpresa para você! 😉

Mulher branca fazendo as compras de Natal na Black Friday e jogando todos os produtos no carrinho

O que é a Black Friday?

A origem da data é interessante. Dizem que, na Filadélfia, os policiais chamavam de Black Friday a sexta-feira seguinte ao Thanksgiving Day, em virtude dos congestionamentos causados pela abertura do período de compras para as festas natalinas. Essa e outras hipóteses sobre a origem do nome não mudam o fato de que, nos Estados Unidos, a Black Friday é uma das datas mais importantes para os consumidores e para o setor varejista. Quer ter uma noção? É de cair o queixo o volume de vendas durante a Black Friday. Em 2019, o faturamento da sexta-feira de queima de estoque dos comerciantes americanos representou 20 vezes mais vendas do que todo o ano.

Quando começou essa tradição?

No Brasil, a data começou a ser explorada só uma década depois. Em 28 de novembro do ano 2000, 50 grandes marcas fizeram a primeira Black Friday brasileira, mas totalmente online. Foi um sucesso! Adotamos o mesmo nome, porque a diferença de línguas não reflete exatamente o significado de Black Friday. Não importando a origem dessa expressão, o fato é que é dia de “queimar os estoques” e não deixar “pedra sobre pedra” ou “cinza sobre cinza”. Talvez o mais parecido que ouvimos por aqui seja “o patrão ficou maluco”. O consumidor já sabe que, na Black Friday, descontos generosos e condições pra lá de especiais estão sendo aplicados para que ele não perca tempo e compre de imediato. Então, o que era compra de impulso passou a ser planejada! 😉

O que significa comprar em novembro?

Quem não tem pressa para comprar já sabe que, em novembro, terá uma grande oportunidade de encontrar o produto ou serviço que deseja bem mais barato. Então, por que não planejar essa compra? Nos Estados Unidos, a Black Friday acontece na sexta-feira da quarta semana de novembro. Essa data é especial, porque é o dia seguinte ao Thanksgiving Day, a comemoração tradicional de Ação de Graças, que envolve todo o país em um feriado cheio de festas, ceias, banquetes e, principalmente, muita oração e agradecimento. Você pode conhecer mais sobre essa data em nosso artigo “Thanksgiving Day: saiba tudo sobre essa importante – e sempre atual – tradição de quase 400 anos!”

Como funciona a Black Friday no Brasil?

No Brasil, o Dia de Ação de Graças é comemorado na mesma data norte-americana, mas não é feriado. A nossa Black Friday não tem essa limitação, portanto, não precisa ser só após um feriado cheio de espiritualidade. Prato cheio para os nossos criativos profissionais de marketing, que logo transformaram a Black Friday em múltiplas variações, como Black Week, Black November, entre outras.

Chegou a sua Black Surpresa!

Aqui na Cultura, nós não ficamos de fora. A quarta semana de novembro é especialíssima, porque é nesse momento que a nossa oferta está rolando! Faça sua matrícula no dia 26/11/21 e ganhe livro grátis + valor de 2021 no primeiro semestre de 2022! Aproveite essa oportunidade! Vem pra Cultura.

Dia da Consciência Negra: entenda como apoiar a luta antirracista!

Dia da Consciência Negra: homem negro segura megafone e fala nele como forma de chamar atenção

O Dia da Consciência Negra está chegando. Se você costuma se perguntar: “O que é o racismo estrutural?”, “Como reconhecer se sou racista?”, “O que posso fazer para apoiar a luta antirracista?”, neste post tiraremos algumas das suas dúvidas sobre o tema e, no final, separamos algumas dicas de como você pode se aprofundar ainda mais no estudo dessa causa. Confira!

O que é o racismo estrutural?

O termo estrutural faz referência justamente à construção de uma base da sociedade, portanto, em sua estrutura, a sociedade formou-se, por si, racista. Para entender um pouco melhor, a gente pode recapitular a história por trás dos fatos: 

  • O Brasil viveu em uma sociedade escravocrata por aproximadamente três séculos. O povo negro, vindo do continente africano, representou a maior diáspora já vista na história da humanidade. Todo esse cenário serviu de pano de fundo para a formação de uma sociedade pautada em privilégio branco. Mas afinal, o que é isso?
  • Usamos o termo privilégio branco para categorizar que pessoas de pele branca sempre estiveram à frente da população negra quando o assunto é oportunidade. Durante esses mais de trezentos anos, o branco teve a chance de se graduar em universidades, de conseguir os melhores empregos e de construir a sua carreira profissional, o que ainda acontece nos dias atuais. Ao negro sobraram, prioritariamente, os trabalhos relacionados à mão de obra e à força bruta, o que o deixou à margem das oportunidades por conta da cor de sua pele 

Dessa maneira,”privilégio branco” se refere à diferença de tratamento e oportunidades dadas às pessoas negras no que pauta o racismo estrutural no Brasil.

Como lutar contra o racismo estrutural?

A legislação brasileira já garante a isonomia entre os povos, portanto, hoje, os negros também podem ter acesso às mesmas universidades que os brancos e ocupar os mesmos cargos de trabalho, mas calma, não significa que isso realmente aconteça na prática. Apesar de tudo estar assegurado por lei, ainda existe um privilégio branco sobre todas essas questões de oportunidade. 

Diante disso, é válido recordar que negros e pardos representam menos de 10% dos alunos de escolas privadas do país. A realidade mostra, ainda, que os jovens brancos e pretos no Brasil não são colocados no mesmo degrau, portanto, ainda persiste um privilégio por parte dos que vivem com uma melhor educação, o que reflete diretamente nos cargos de chefia das empresas, nos consultórios médicos e tribunais de justiça pelo país. De acordo com um levantamento feito pelo vagas.com, divulgado pelo G1 em 2020, menos de 5% dos trabalhadores negros têm cargos de gerência ou diretoria. Em grande maioria, as posições ocupadas por negros no mercado de trabalho são definidas como operacionais e técnicas. 

É justamente essa falta de representatividade do negro nas posições mais altas da sociedade que cria uma espécie de “ciclo vicioso” no racismo. Não se vê figuras negras ocupando posições de poder, com isso, há uma manutenção no predomínio dos direitos brancos e a sociedade passa a acreditar que aquele lugar, de fato, não pode ser ocupado pelo negro. Vamos pensar ao contrário agora: o que aconteceria se metade dos cargos de chefia fossem ocupados por pessoas pretas?

Portanto, se você é branco, para apoiar a causa antirracista é fundamental reconhecer o seu privilégio e auxiliar o empoderamento negro por meio de ações antirracistas, seja no seu meio familiar, no trabalho ou entre seus amigos. 

Como aprender mais sobre a causa negra?

Siga influenciadores que se posicionam sobre o tema

A pergunta é simples: quantos influenciadores negros você segue em sua conta do Instagram? Essa pode ser uma oportunidade para diversificar a sua visão de mundo e entender ainda mais o racismo estrutural, não só no Brasil, mas no mundo, e ainda consumir conteúdos de qualidade. É importante dar voz a quem conhece o racismo! Nós temos algumas dicas pra você: 

 

Assista palestras ministradas por pessoas negras

Conhece palestrantes negros? O TED Talks é uma conferência mundial que traz reflexões importantíssimas para os dias de hoje. Separamos algumas palestras marcantes do TED para você perceber os problemas do mundo pela voz e pelos olhos de pessoas negras. Ah, claro, aproveite para praticar o inglês enquanto isso! 

Vale lembrar que você pode e deve dar ouvidos aos palestrantes negros quando os temas vão além do racismo! Escolha uma área do seu interesse: economia, esporte, entretenimento, business… e busque um especialista negro que fale sobre o assunto. Dessa forma, você já vai estar a um passo à frente, ajudando a superar o racismo estrutural. 

Confira a lista que separamos:

 

Leia livros de escritores negros

E quando o papo é sobre escritores negros? Você já leu alguma de suas obras? É sempre importante ter em mente que a “arma” contra o racismo estrutural é a representatividade, e que pessoas de pele preta precisam estar presentes em diversos setores para que tenham a projeção necessária a fim eliminar o privilégio branco, que ainda persiste. 

Milton Santos, Muniz Sodré, Djamila Ribeiro, Jarid Arraes, Grada Kilomba e Miró podem ser os autores da sua cabeceira. Diversos são os temas que cada um desses autores aborda. Da geografia política, passando pelo lugar de fala e chegando às poesias contemporâneas, temos autores negros para todos os gostos e áreas de interesse, basta escolher o seu e se deliciar com essas obras importantíssima!

 

O  Dia da Consciência Negra está chegando – 20 de novembro -, mas a construção dessa consciência se dá diariamente, reconhecendo cada ato pessoal de racismo e fazendo o possível para evitá-lo. 

Dia Mundial da Gentileza: conheça 5 gestos para celebrar a data!

Jovens se abraçando representando o dia mundial da gentileza

Muitos não sabem, mas dia 13 de Novembro é o World Kindness Day (Dia Mundial da Gentileza). O dia existe oficialmente desde 1998 e tem como objetivo incentivar as pessoas a serem gentis umas com as outras através de pequenos gestos.

Um simples agradecimento pode ser exatamente o que alguém precisa ouvir para fazer o dia valer a pena. As palavras e atitudes que demonstram respeito e simpatia pelos próximos são muito poderosas, ainda mais no momento em que vivemos atualmente, no qual estamos sobrecarregados com o trabalho, estudo e todas as tarefas cansativas do dia a dia.

Neste post, te convidamos a colocar em prática alguns gestos gentis super simples, porém muito significativos. Vamos conferir essas dicas?

Seja gentil com você mesmo e com os outros realizando esses gestos no Dia Mundial da Gentileza!

1- Smile (Sorria!)

Que tal tentar sorrir mais por onde passa? Em vez de retribuir olhares com uma expressão séria, que tal sorrir? Com certeza você se sentirá melhor abrindo um sorriso e quem passar por você terá esse mesmo sentimento.

GIF de cachorro branco sorrindo para a câmera com flores em cima da cabeça.

2- Send a kind note to a co-worker or a friend (Deixe uma mensagem gentil para um colega de trabalho ou amigo)

Na correria do dia a dia acabamos resumindo a nossa comunicação a falar dos nossos problemas, angústias e buscar soluções imediatas para o que está acontecendo. Que tal quebrar essa rotina e mandar um elogio ou um agradecimento para um colega de trabalho ou um amigo? Vale mensagem de texto, recado por rede social ou até mesmo um post-it dizendo algo legal a quem você gosta!

3- Call someone you haven’t talked to for a while (Ligue para alguém com quem você não fala há muito tempo)

Sabe aquela pessoa que você nem se lembra quando foi a última vez que se falaram? Aproveite o World Kindness Day e ligue para ela! Pergunte como ela está, recordem momentos legais que passaram juntos, ouça suas histórias e compartilhem seus sentimentos. Garanto que o dia de ambos ficará melhor depois desse momento.

Amigos se reencontrando depois de muito tempo. Ligar para quem você gosta é uma das atitudes boas para exercer no Dia Mundial da Gentileza

4- Gratitude (Gratidão)

Em novembro, justamente o mês do Dia Mundial da Gentileza, é um mês em que geralmente estamos muito cansados e ocupados com os compromissos acadêmicos e profissionais. Mas que tal tirar um tempinho para refletir sobre o que você alcançou ao longo do ano? Tão importante quanto ser gentil com os outros é ter compaixão e respeito a nossa própria jornada. Be kind to yourself! (Seja gentil com você mesmo).

5- Compliment someone (Elogie alguém)

É claro que devemos ser críticos e pontuar o que deve ser melhorado nas atitudes das pessoas que nos rodeiam sempre que necessário. No entanto, tendemos muito a focar nos aspectos negativos de nós mesmos e de todos que convivem conosco. Uma boa ideia para celebrar o World Kindness Day seria elogiar algo sobre as pessoas com as quais você se importa. Garanto que você dará uma injeção de autoestima e autoconfiança a elas e se sentirá melhor por isso.

E aí? Gostou das dicas? Aposto que a partir delas você conseguirá pensar em outros kindness acts (atitudes gentis) para espalhar esse sentimento por aí e tornar nossa realidade mais agradável e respeitosa.

E se você quiser saber mais sobre como expressar esse sentimento em inglês, venha para a Cultura Inglesa! Clique aqui e faça seu nivelamento. Investir tempo no seu desenvolvimento pessoal também é ser gentil consigo mesmo.

Be kind to yourself and be your own priority! (Seja gentil consigo mesmo e seja sua maior prioridade!)